É o “reconhecimento da firma do tabelião” especialmente requeridos nos procedimentos de transferência de veículos automotores quando a firma do alienante/vendedor é reconhecida em município ou estado da federação diferente daquele em que o registro é feito. O objetivo desse reconhecimento é necessidade de barrar a grande quantidade de fraudes ocorridas nessas operações, garantindo-se o princípio da segurança jurídica, mas sem onerar excessivamente os usuários do serviço notarial.

O valor do sinal público é o mesmo do reconhecimento de firma, o qual é tabelado por lei em todos os cartórios do Estado do Amazonas, conforme tabela constante na aba “Emolumentos”.